PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Medicina
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2194
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: A empatia em estudantes de medicina: uma revisão integrativa.
Autor(es): Vaz, Beatriz Moreira Caetano
Paraizo, Vanessa Alves
Primeiro Orientador: Almeida, Rogério José de
metadata.dc.contributor.referee1: Bastos, Gabriela Cunha Fialho Cantarelli
metadata.dc.contributor.referee2: Borges, Leonardo Luiz
Resumo: Introdução: A discussão sobre a empatia na formação médica vem se aprofundando em âmbito mundial. Escolas médicas ao redor do mundo vêm sendo investigadas e seus estudantes avaliados, principalmente por meio da Escala Jefferson de Empatia Médica versão para estudantes. Assim, o objetivo deste estudo foi analisar, por meio de uma revisão integrativa da literatura científica mundial, resultados de estudos que investigaram a empatia em estudantes de medicina. Método: Trata-se de uma revisão integrativa da literatura científica com coleta dos dados nas bases PubMed e Biblioteca Virtual da Saúde (BVS). Para a busca dos artigos, foram utilizados os Descritores da Saúde: empatia, curso de medicina e estudantes de medicina (empathy, medicine course and medical student). Os critérios de inclusão foram: artigos que investigaram a empatia em estudantes de medicina, que se utilizaram da escala Jefferson de Empatia desenvolvida para estudantes de medicina; artigos publicados em português, inglês e espanhol e artigos publicados entre 2015 a 2020. Os critérios de exclusão foram: artigos repetidos na busca; artigos de revisão de literatura, dissertações e teses. Resultados: Foi encontrada uma amostra final de 17 artigos, os quais analisam os fatores responsáveis pelo declínio da empatia em estudantes de medicina de todo o mundo. As variáveis abordadas foram: os anos de graduação, as características pessoais de cada indivíduo (gênero e idade), os fatores externos como um sistema de ensino integrado, uma matriz curricular mais rica em conteúdo de ciências humanas e um contato prático com pacientes mais precoce, a participação em trabalhos voluntários, o contato próximo com enfermidade de amigos, as disfuncionalidades familiares, a escolha da medicina como sendo a primeira opção de carreira do estudante e a escolha de especialidades clínicas com maior contato médico-paciente. Conclusão: Diante das evidências encontradas é possível entender como a empatia nos estudantes de medicina é moldada por diversas variáveis durante sua formação acadêmica. Isso permite desenvolver estratégias a fim de se solucionar a tendência decrescente dos escores de empatia ao longo da graduação, por meio da introdução, principalmente, de encontro clínico mais precoce e de matérias das ciências humanas nas matrizes curriculares em cursos de medicina em todo o mundo.
Palavras-chave: Empatia
Estudantes de medicina
Relação médico-paciente
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Ciências Médicas, Farmacêuticas e Biomédicas
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2194
Data do documento: 22-Out-2020
Aparece nas coleções:TCC Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Artigo Final - RBEM - Beatriz & Vanessa - Finalizado e Submetido.pdf192,9 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador