PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Fonoaudiologia
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/672
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: O IMPACTO DA REABILITAÇÃO VESTIBULAR NA QUALIDADE DE VIDA DE IDOSOS COM QUEIXA DE TONTURA E ZUMBIDO: PRÉ E PÓS-INTERVENÇÃO REVISÃO DE LITERATURA
Primeiro Orientador: Camarano, Marília Rabelo Holanda
metadata.dc.contributor.referee1: Menezes, Allan Kardec Gomes
metadata.dc.contributor.referee2: Cruvinel, Cláudia Câmara
Resumo: Introdução: O envelhecimento populacional é uma realidade atual e traz consigo mudanças e transformações no funcionamento do sistema vestibular, auditivo, visual e proprioceptivo. Quando essas modificações são evidentes no indivíduo idoso, é comum a presença de sintomas como tontura, vertigem, zumbido, mudança no equilíbrio e perda auditiva, interferindo negativamente na qualidade de vida da população geriátrica. No entanto, a Reabilitação Vestibular (RV) surge como um método de tratamento para os distúrbios do equilíbrio corporal. Objetivo: Analisar o impacto da RV na qualidade de vida de idosos com queixas de tontura e zumbido: pré e pós intervenção. Método: Trata-se de um estudo de revisão bibliográfica com abordagem quali-quantitativa, que teve como critérios de inclusão, artigos que tinham participantes idosos, acima de 60 anos de idade, que passaram pela reabilitação vestibular. Utilizou-se como bases de dados: Google Acadêmico, Scielo (Scientific Eletronic Library Online), LILACS, Pubmed, Medline, Portal Periódico CAPES, Research Gate. Resultados: Observou-se que dos 20 estudos analisados, a tontura foi citada em 15 (75%), seguido de vertigem em 9 (45%) e de zumbido em 6 pesquisas (30%) nos participantes que foram submetidos à RV, utilizou com maior frequência o questionário DHI para avaliar a Qualidade de Vida (QV) pré e pós-reabilitação e o protocolo de Cawthorne e Cooksey para a realização dos exercícios de reabilitação, mostrando-se uma melhora significativa tanto na redução da sintomatologia e nos aspectos da QV em todos os participantes dos 20 estudos (100%), principalmente no nível funcional em 13 (65%). Conclusão: A RV mostrou-se ser um método eficaz para a melhora do quadro clínico dos idosos em todos os estudos, principalmente os exercícios de Cawthorne e Cooksey, seguido dos demais.
Palavras-chave: Reabilitação vestibular
Idosos
Qualidade de vida.
Tontura
CNPq: Ciências da Saúde
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Ciências Sociais e da Saúde
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/672
Data do documento: 7-Dez-2020
Aparece nas coleções:TCC Fonoaudiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC - Reabilitação Vestibular.pdf383,97 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador