PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Medicina
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/4646
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: IMPORTÂNCIA DA QUANTIFICAÇÃO DE D-DÍMEROS NO DIAGNÓSTICO DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL: REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA
Título(s) alternativo(s): IMPORTÂNCIA DA QUANTIFICAÇÃO DE D-DÍMEROS NO DIAGNÓSTICO DO ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL
Autor(es): Machado, Matheus Santos
Primeiro Orientador: Saddi, Vera Aparecida
metadata.dc.contributor.referee1: ANTONIO DA SILVA MENEZES, ANTONIO
metadata.dc.contributor.referee2: MARCUS VINICIUS PAIVA, MARCUS
Resumo: INTRODUÇÃO: O acidente vascular cerebral (AVC) refere-se ao desenvolvimento rápido de sinais clínicos de distúrbios focais e/ou globais da função cerebral, com sintomas de duração igual ou superior a 24 horas, de origem vascular, provocando alterações nos planos cognitivo e sensório-motor. O AVC é a segunda maior causa de morte no mundo e cerca de 85% dos óbitos por AVC ocorrem em países não desenvolvidos ou em desenvolvimento. No Brasil é a principal causa de morte, com uma incidência anual de 108 casos para cada 100 mil habitantes. O diagnóstico do AVC é feito com base nos exames clínicos e de imagem. Porém, esses métodos apresentam aspectos negativos, como alto custo, baixa disponibilidade e alto nível de especialização necessário para interpretação dos resultados de imagem. Nos últimos 20 anos várias pesquisas foram desenvolvidas com o objetivo de avaliar a utilidade da quantificação de D-dímeros (DD) no diagnóstico do AVC. OBJETIVO: Investigar, por meio de revisão sistemática da literatura, a utilidade da quantificação de D-dímeros no diagnóstico do AVC. METODOLOGIA: Este estudo consiste em uma revisão sistemática da literatura acerca da importância da quantificação de D-dímeros em pacientes com diagnóstico de AVC e controles. A revisão sistemática foi baseada nas diretrizes metodológicas do Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA) e a questão norteadora do estudo foi estabelecida por meio de uma sigla definida como PICO, ou seja, População, Intervenção/Exposição, Comparação e “Outcome”. Foram incluídos estudos que quantificaram Ddímeros na circulação dentro das 24 horas de aparecimento dos sintomas de AVC, comparando os resultados de pacientes e controles. RESULTADOS: Foram incluídos 11 estudos que atenderam aos critérios de inclusão propostos, totalizando 2.906 pacientes com AVC e 749 controles. Nove entre os 11 estudos incluídos demonstraram diferença na quantificação de D-dímeros, com resultados significativamente maiores nos pacientes em comparação aos controles. CONCLUSÃO: Os estudos incluídos nesta revisão corroboram com a hipótese de que os níveis de D-dímeros estão aumentados nos pacientes com AVC, reafirmando a importância desses biomarcadores no diagnóstico do AVC, nas primeiras 24 horas de aparecimento dos sintomas.
Palavras-chave: Acidente vascular cerebral; Derrame cerebral; Biomarcador; Diagnóstico; Coagulação
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Ciências Médicas e da Vida
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/4646
Data do documento: 27-Mai-2022
Aparece nas coleções:TCC Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
TCC LUCAS E MATHEUS.pdf653,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador