PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Enfermagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2526
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Agora sou mãe: vivências emocionais no puerpério
Autor(es): Santos, Sthefany Maria Batista
Primeiro Orientador: Nascimento, Maria Salete Silva Pontieri
metadata.dc.contributor.referee1: Souza, Andreia Gontijo da Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Ribeiro, Leiliane Sabino de Oliveira
Resumo: A maternidade é vista culturalmente como algo inato a mulher, uma vocação, o que compromete muitas mães buscarem ajuda emocional durante o puerpério. Objetivo: Identificar sentimentos e conflitos vivenciados no puerpério. Método: Trata-se de um estudo narrativo da literatura. Na busca utilizou-se as bases de dados PubMed, Web of Science, SciELO (Scientific Electronic Library Online), LILACS (Literatura Latinoamericana e do Caribe em Ciências da Saúde), Scopus e BDENF, acessadas por meio do Portal de Periódicos CAPES e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS)/ OPAS/OMS/BIREME, artigos em inglês e português no recorte temporal de 2015 a 2021. Foram selecionados 16 artigos para estudo. Resultados: Os sofrimentos psíquicos mais observados no pós-parto foram: baby blues (tristeza puerperal ou disforia), depressão e psicose pós-parto. As puérperas podem sentir medo, tristeza, insegurança e até mesmo rejeição ao bebê. A depressão pós-parto aparece como o transtorno mais comum. A romantização e idealização da maternidade é algo cultural, contribuindo em sentimento de culpa e frustração, quando a mulher não corresponde. As medidas de proteção como orientações sobre pré-natal, parto, puerpério, cuidados com recém-nascido; acolhimento, suporte familiar e social; com participação do pai desde o pré-natal, são fundamentais. Considerações Finais: os sentimentos vivenciados pelas mulheres no puerpério são diversificados e que nem sempre a mulher corresponde com um comportamento socialmente idealizado. O estudo possibilitou a compreensão da prevenção, do fortalecimento da rede de apoio envolvendo serviço, família e amigos, contribuindo ao acolhimento e uma condução tranquila do puerpério, com cuidado e solicitude
Palavras-chave: Depressão pós-parto
Sentimentos
Puérpera
Enfermagem
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ENFERMAGEM
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Ciências Sociais e da Saúde
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2526
Data do documento: 27-Out-2021
Aparece nas coleções:TCC Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC III - STHEFANY MARIA (1).pdfTCC818,97 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir
AUTORIZAÇÃO STHEFANY (1).jpegAutorização RAG2,02 MBJPEGVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador