PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Ciências Biológicas - Modalidade Médica
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2092
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Consumo de ansiolíticos e antidepressivos: uma análise sobre o uso entre estudantes de medicina
Autor(es): Brito, Jhenefr Ribeiro
Silva, Paula Ribeiro
Primeiro Orientador: Blanch, Graziela Torres
metadata.dc.contributor.referee1: Bernardes , Vanilce Vilmar
metadata.dc.contributor.referee2: Borges, Leonardo Luis
Resumo: Introdução: Medicamentos psicotrópicos são uma preocupação mundial, devido à alta prevalência de consumo e os riscos associados. Os universitários são um grupo de risco para o desenvolvimento de transtornos mentais. Em particular, os estudantes da área da saúde são os maiores usuários de psicotrópicos. Objetivo: Analisar o uso de psicotrópicos, com foco em ansiolíticos e antidepressivos entre acadêmicos de medicina no Brasil. Método: Esse levantamento foi realizado via formulário, usando-se o Google Forms®. Os formulários foram enviados por meio eletrônico entre agosto de 2020 e fevereiro de 2021. Ao final, os dados foram analisados. Resultados: A maioria dos respondentes (44%) estão entre 22 e 25 anos. Destes, 29% fazem uso de psicotrópicos. Entre os antidepressivos destacam-se os inibidores seletivos de receptação de serotonina, dentre os ansiolíticos, os benzodiazepínicos. Observou-se relação significante entre o avançar do curso e o uso desses psicotrópicos. A maioria (40,3%) afirmou sentir ansiedade diariamente. Também foi encontrada correlação entre o avançar do curso e piora do sono. A maioria (82,1%) têm conhecimento sobre programas de apoio psicológico em sua instituição. Contudo, apenas 15,5% usaram o serviço. Somente 3,2% consumiram medicação sem prescrição médica. Ademais, 33% consomem ou já consumiram álcool, tabaco e/ou drogas ilícitas associadas à medicação. Essa associação resultou na necessidade de atendimento médico em 32% dos participantes. Conclusão: Os estudantes devem ser encorajados a buscar ajuda em programas disponibilizados pelas instituições de ensino. Essas instituições devem estar atentas a sinais de piora da saúde mental que podem prejudicar a formação humana/profissional desse aluno.
Abstract: ABSTRACT Introduction: Psychotropic drugs has become a worldwide concern, due to the high prevalence of consumption and the risks that these substances can cause. College students are considered a risk group for the development of mental disorders. In particular health students are the largest users of psychotropic drugs. Objective: Analyze the use of psychotropic drugs, focusing on anxiolytics and antidepressants among medical students in Brazil. Method: This survey was carried out using a form, from Google Forms®. The forms were sent elletronically, between August 2020 and February 2021. Results: Most respondents (44%) are between 22 and 25 years old. Of these, 29% use psychotropics. Among antidepressants, selective serotonin reception inhibitors stand out, among anxiolytics, benzodiazepines. A significant relashionship was observed between the progress of the course and the use of these psychotropic drugs. The majority (40,3%) claimed to feel anxiety daily. Correlation was also found between the progress of the 5 course and worsening sleep. The majority (82,1%) know psychological support programs at their institution. However, only 15,5% used the service. Only 3,2% consumed medication without a prescription. In addition, 33% consume or have already consumed alcohol, tobacco and / or illicit drugs associated with medications. This association resulted in the need for medical care in 32% of the participants. Conclusions: Students must be encouraged to seek help in programs provided by educational institutions. These institutions must be attentive to signs of worsening mental health that can harm the human / professional training of this student.
Palavras-chave: Psicotrópicos
Ansiolíticos
Antidepressivos
Universitários
Saúde
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Ciências Médicas, Farmacêuticas e Biomédicas
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2092
Data do documento: 26-Mai-2021
Aparece nas coleções:TCC Ciências Biológicas - Modalidade Médica



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador