PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Medicina
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2025
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorSilva, Sara Louise de Oliveira e-
dc.creatorAguiar Júnior, Eduardo de-
dc.creatorBorges, Leonardo-
dc.date.accessioned2021-06-23T20:02:57Z-
dc.date.available2021-06-23T20:02:57Z-
dc.date.issued2021-05-28-
dc.identifier.urihttps://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/2025-
dc.description.sponsorshipNão recebi financiamentopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de Goiáspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectN,N-Dimetiltriptaminapt_BR
dc.subjectPsycotria viridispt_BR
dc.subjectAtividade antidepressivapt_BR
dc.titleInvestigação in silico da bioatividade de moléculas com atividade antidepressiva a partir da espécie Psychotria viridispt_BR
dc.title.alternativeInvestigação in silico da bioatividade de moléculas com atividade antidepressiva a partir da espécie Psychotria viridispt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Borges, Leonardo Luiz-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8153436057725516pt_BR
dc.contributor.referee1Gomes, Clayson Moura-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/8550177354539916pt_BR
dc.contributor.referee2Ribeiro, Andrea Alves-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2715321189940482pt_BR
dc.description.resumoA N,N-dimetiltriptamina (DMT), estruturalmente semelhante à serotonina (5-HT), é uma substância natural da família das triptaminas, presente em uma gama de organismos. No entanto, a DMT é provavelmente mais conhecida por sua presença nas folhas de Psycotria viridis, popularmente conhecida “chacrona”, utilizada em combinação com o caule de Banisteriopsis caapi, vulgo cipó “mariri”, para a preparação do chá conhecido como Ayahuasca. A bebida cor de terra e gosto amargo tem ação alucinógena e é consumida em cultos religiosos genuinamente brasileiros como o Santo Daime. Entretanto, a DMT não tem ação alucinógena quando administrada isoladamente por via oral, pois sofre rápida metabolização pela enzima monoamino-oxidase (MAO) tipo A encontrada no trato gastrintestinal. Entretanto, o caule do cipó B. caapi possui em sua composição, inibidores da MAO em concentrações que variam de 0,05% a 1,95%. A DMT foi submetida a ferramentas in silico para análise de potenciais propriedades biológicas, farmacocinéticas e seu perfil de toxicidade. Os resultados previstos demonstraram possível atividade antidepressiva, além de apresentar interações com aminoácidos do sítio ativo do transportador de serotonina. Conclui-se que a DMT possui potencial biológico que precisa ser investigado por futuros ensaios in vitro e in vivo. Além disso, os resultados aqui obtidos auxiliam na compreensão da relação entre características químicas destas espécies com seus potenciais efeitos biológicos.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Ciências Médicas, Farmacêuticas e Biomédicaspt_BR
dc.publisher.initialsPUC Goiáspt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::FARMACOLOGIApt_BR
dc.degree.graduationMedicinapt_BR
dc.degree.levelGraduaçãopt_BR
Aparece nas coleções:TCC Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
Sara_Edu.docx946,12 kBMicrosoft Word XMLVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador