PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Relações Internacionais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/1068
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: Neoliberalismo, democracia e violência: uma análise comparada da violência policial no Brasil e na África do Sul durante a década de 1990
Autor(es): Resplande, Giovanna Petrocchi
Primeiro Orientador: Alarcon, Danillo
metadata.dc.contributor.referee1: Ferreira Neto, Maria Cristina Nunes
metadata.dc.contributor.referee2: Rosa, Fabrício Silva
Resumo: O objetivo da pesquisa é comparar a violência policial no Brasil e na África do Sul durante a década de 1990 a partir da análise da conjuntura internacional marcada pela hegemonia da democracia de mercado e do neoliberalismo, com profundos impactos para a realidade doméstica destes países. A pesquisa é qualitativa e são analisados relatórios governamentais, das polícias locais e de outras organizações e órgãos internacionais de direitos humanos - como a Anistia Internacional, a Organização das Nações Unidas (ONU) e o Truth and Reconciliation Comission of South Africa. Também são utilizados livros, artigos científicos e notícias referentes à temática abordada. A partir da análise sistêmica do modelo de democracia neoliberal, conclui-se que este cenário favoreceu a existência de violências estruturais e que a violência policial pôde ser entendida como a projeção da brutalidade estatal brasileira e sul-africana. Pode-se compreender ainda como a globalização neoliberal permitiu que as práticas policiais e militares mudassem a percepção de ameaças internas, de maneira a resguardar os privilégios das elites econômicas e políticas acima dos direitos e valores de minorias sociais vulneráveis. Desta forma, o neoliberalismo sustentou a perspectiva de militarização da polícia a fim de controlar, através da repressão, pessoas que se distanciavam da centralidade do indivíduo neoliberal. A violência policial brasileira e sul-africana é discutida através da análise de dados e publicações pertinentes a este tópico, assim como a avaliação de índices e casos concretos de violência policial nestes países durante os anos 1990. Esta análise permite entender como a reprodução doméstica do neoliberalismo representou - no Brasil e na África do Sul do decênio de 1990 - uma reverberação da violência estrutural sustentada pela lógica democrática neoliberal.
Abstract: The objective of the research is to compare police violence in Brazil and South Africa during the 1990s based on an analysis of the international context marked by the hegemony of market democracy and neoliberalism, with profound impacts on the domestic reality of these countries. The research is qualitative, and reports from government, local police and other international human rights organizations and bodies - such as Amnesty International, the United Nations (UN) and the Truth and Reconciliation Commission of South Africa are analyzed. Books, scientific articles and news related to the topic covered are also used. From the systemic analysis of the neoliberal democracy model, it is concluded that this scenario favored the existence of structural violence and that police violence can be understood as the projection of Brazilian and South African state brutality. It can also be understood how neoliberal globalization has allowed police and military practices to change the perception of internal threats, in order to safeguard the privileges of economic and political elites above the rights and values of vulnerable social minorities. In this way, neoliberalism supported the perspective of militarization of the police in order to control, through repression, people who distanced themselves from the centrality of the neoliberal individual. Brazilian and South African police violence is discussed through the analysis of data and publications pertinent to this topic, as well as the evaluation of indexes and concrete cases of police violence in these countries during the 1990s. This analysis allows us to understand how the domestic reproduction of neoliberalism represented - in Brazil and South Africa in the 1990s - a reverberation of structural violence sustained by neoliberal democratic logic.
Palavras-chave: Violência Policial
Neoliberalismo
Democracia de Mercado
Brasil
África do Sul
CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::CIENCIA POLITICA::POLITICA INTERNACIONAL
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Direito e Relações Internacionais
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/1068
Data do documento: 1-Dez-2020
Aparece nas coleções:TCC Relações Internacionais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Giovanna Petrocchi - Violência policial no Brasil e na AS nos anos 1990.pdf700,74 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador