PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Enfermagem
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/1017
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Título: ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DA SEPSE: ESTUDO DE REVISÃO
Autor(es): Aguiar, Isabella Marques
Silva, Jessika Pereira
Primeiro Orientador: Primo, Mariusa Gomes Borges
metadata.dc.contributor.referee1: Souza, Andreia Gontijo da Silva
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Reginaldo Martins da
Resumo: Introdução: O nome sepse deriva do grego septikós, referido por Hipócrates como apodrecer, o que causa putrefação. A sepse pode ser definida como a presença de disfunção orgânica ameaçadora a vida em decorrência da resposta desregulada do organismo a presença de infecção. A sepse se manifesta em um conjunto de reações metabólicas e inflamatórias que são categorizadas como Síndrome da Resposta Inflamatória Sistêmica (SIRS) que surge por meio da resposta do organismo hospedeiro ao organismo invasor. O diagnóstico precoce da sepse é clínico e os exames complementares devem ser realizados para confirmar a existência de infecção, identificar o foco infeccioso e orientar a instituição do tratamento para minimizar a incidência de disfunção de múltiplos órgãos e o risco de morte. O papel do enfermeiro é fundamental neste contexto, principalmente por ser o responsável direto pela equipe de enfermagem e pelo cuidado sistematizado ao paciente. Objetivo: Avaliar a assistência de enfermagem na identificação precoce da sepse nas publicações nacionais dos últimos cinco anos. Metodologia: Trata-se de um estudo de revisão da literatura nacional à acerca das ações da enfermagem para a melhoria da identificação precoce de sepse, que utilizou as bases da BVS, SCIELO e PUBMED, desenvolvida no período de agosto a novembro de 2020, com as seguintes etapas: 1. Identificação do tema e questão norteadora de pesquisa; 2. Estabelecimento dos critérios de inclusão e exclusão; 3. Busca na literatura; 4. Coleta de dados; 5. Análise crítica dos artigos por meio da leitura; 6. Discursão dos resultados e 7. Conclusão. Foram utilizados os Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): enfermagem, sepse, protocolo, cuidado e assistência, e os operadores booleanos: AND, OR e AND NOT. Os critérios de inclusão foram os artigos publicados nos últimos cinco anos que estavam disponíveis no idioma em português. Resultados/Discussão: Para o presente estudo foram selecionados nove artigos classificados quanto ao título do artigo, autor(es), ano e local de publicação, objetivos, metodologia sobre ações/assistência da enfermagem na identificação precoce da sepse. Dos artigos selecionados, 1 (um) foi publicado em 2020, 4 (quatro) foram publicados no ano de 2019, 1 (um) foi publicado no ano de 2018, 2 (dois) foram publicados no ano de 2017 e 1 (um) publicado no ano de 2015, e os maiores períodos de publicação foram os anos de 2019, seguido por 2017. A partir da análise das publicações surgiram três categorias específicas, sendo: 1ª. Conhecimento dos profissionais sobre a identificação precoce da sepse; 2ª. A existência ou não de protocolo de sepse nas unidades e 3ª. Principais ações de enfermagem para a identificação precoce da sepse e sua importância na melhoria da sobrevida do paciente. Além de levar ao óbito, a sepse pode causar sequelas cognitivas significantes naqueles que sobrevivem ao quadro, comprometendo a qualidade de vida. A implementação de um protocolo clínico voltado para o manejo da sepse é de suma importância para a redução da mortalidade e quanto maior a eficácia das ações maior o sucesso na melhoria do estado clínico do paciente. E além disso, deve-se reconhecer o tempo para tomada de decisões, o qual é essencialmente importante, porque incide diretamente no seu prognostico. Conclusão: Deste modo, torna-se evidente a necessidade da identificação precoce das alterações sistêmicas causadas pela sepse e que a baixa adesão a essa medida pode estar relacionada com a falta de treinamento/conhecimento e de protocolos estabelecidos pelas instituições. Espera-se que este estudo possa contribuir para a melhoria da assistência ao paciente com quadro de sepse ou com sinais e sintomas que a antecedem, ajudando na identificação precoce e intervenções rápidas e precisas necessárias ao paciente com sepse.
Palavras-chave: Enfermagem
Sepse
Protocolo
Assistência
Cuidado
CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE
Idioma: por
País: Brasil
Editor: Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Sigla da Instituição: PUC Goiás
metadata.dc.publisher.department: Escola de Ciências Sociais e da Saúde
Tipo de Acesso: Acesso Aberto
URI: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/1017
Data do documento: 3-Nov-2020
Aparece nas coleções:TCC Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC III Finalizado_ Isabella e Jessika.pdf429,55 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador