PRODUÇÃO ACADÊMICA Repositório Acadêmico da Graduação (RAG) TCC Medicina
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/1388
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorAndressa Pimentel Afiune, Kristen Guilarducci Laureano-
dc.date.accessioned2021-06-09T11:32:59Z-
dc.date.available2021-06-09T11:32:59Z-
dc.date.issued2021-06-03-
dc.identifier.urihttps://repositorio.pucgoias.edu.br/jspui/handle/123456789/1388-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica de Goiáspt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectGlicosept_BR
dc.subjectFerimento descolantept_BR
dc.titleTratamento de ferimento cutâneo descolante com glicose tópica: relato de casopt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.contributor.advisor1Marcelo Luiz Brandão-
dc.contributor.advisor1IDhttps://orcid.org/0000-0002-2453-079Xpt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttps://wwws.cnpq.br/cvlattesweb/PKG_MENU.menu?f_cod=F98F93CB7F14FE24C5BF05496741B0A6pt_BR
dc.contributor.referee1Gustavo Moura de Carvalho-
dc.contributor.referee1Lattes==pt_BR
dc.contributor.referee2Maria Auxiliadora Jacomo-
dc.contributor.referee2Lattes===pt_BR
dc.description.resumoO ferimento cutâneo descolante é caracterizado como avulsão da pele e do tecido celular subcutâneo com o plano da fáscia muscular, ocorrendo lesão dos vasos fasciocutâneos perfurantes e musculocutâneos segmentares. Também é chamado de ferimento cutâneo por avulsão ou desenluvamento traumático. Na literatura médica de língua inglesa, o termo mais citado, e utilizado, é "degloving". Existem dois tipos de desenluvamento, conhecidos como aberto (a pele é descolada, expondo músculos, ossos ou tecido conjuntivo) e fechado. O retalho avulsionado pode ser de espessura parcial, total ou fasciocutâneo. São secundárias à preensão da extremidade entre um agente móvel e outro elemento fixo. Envolve a aplicação de forças com vetores tangencia is de magnitude suficiente, que determinam compressão, estiramento, torção e fricção tecidual, resultando no cisalhamento e avulsão parcial do tecido 1 . A extensão e a gravidade das lesões variam muito, o que dificulta análises comparativas, pois pode haver desenluvamentos extensos em pacientes sem fraturas e/ou acometimento vascular, bem como podem ocorrer lesões de pequena extensã o associadas à fraturas, traumas vasculares e/ou outros ferimentos de partes moles. A circulação da porção descolada deve ser avaliada por meio de parâmetros clínicos, como: sangramento das bordas, textura da pele e presença de trombose no plexo venoso sub dérmico. Persiste a discussão quanto à melhor terapêutica de eleição para este tipo de lesão. Várias alternativas estão disponíveis e ainda inexiste uma opção padrão de tratamento. Neste artigo, apresentamos o tratamento de um ferimento cutâneo descolante de espessura parcial no membro superior esquerdo utilizando glicose tópica.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Ciências Médicas, Farmacêuticas e Biomédicaspt_BR
dc.publisher.initialsPUC Goiáspt_BR
dc.subject.cnpqMedicinapt_BR
dc.degree.graduationMedicinapt_BR
dc.degree.levelGraduaçãopt_BR
Aparece nas coleções:TCC Medicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
TCC Andressa e Kristen .pdf802,41 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.

Ferramentas do administrador